Revista ADEGA
Busca

Café- 23.Out - 5 vezes mais

Brasil quer quintuplicar o volume de exportação em três anos


Reinhold Stephanes, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento afirmou ontem, depois de ter saído de uma reunião com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-brasil), que as indústrias nacionais pretendem aumentar a volume de exportação do grão.

"A indústria brasileira de café pretende exportar cinco vezes mais grãos torrados e moídos nos próximos três anos", afirmou Stephanes. O ministro reafirmou a intenção de importar café para a produção de blend (mistura de grãos de espécies ou qualidade diferentes), parte do setor cafeeiro em que o Brasil é mais fraco.

O setor brasileiro quer aumentar o volume das exportações nos próximos três anos
A expectativa é de que com essa mistura, as exportações cheguem a novos patamares, que hoje estão em 30 milhões de dólares. O objetivo brasileiro é que se alcance os 150 milhões nos próximos três anos.

O processo de importação de grãos de café contará com uma forte análise de risco, a fim de evitar que pragas desconhecidas entrem no Brasil. Stephanes ainda afirmou que a quantidade importada não passará dos 0,3% do total produção brasileira destinada ao blend.

Confira as últimas notícias sobre o mundo do café...

+ Café pode agir contra doenças no fígado
+ Consumo de cafés especiais no Espírito Santo cresce 25% desde 2007
+ Mexicanos impulsionam plantio de café
+ Safra de café aumenta 24% em 2008
+ Safra de 2010 da Colômbia deve ser de pelo menos 11 milhões de sacas

Redação
Publicado em 23/10/2009, às 13h31 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias