Cartas

A sua opinião é muito importante


“Em nome de Dominio del Plata agradeço a linda matéria.” Rodolfo Juárez

SIGLA?
Me interessei por alguns vinhos indicados por vocês no OMelhorVinho.com.br, porém estou em dúvida em relação ao Santa Faustina Malbec 2005 – está lá que o importador é FW3. Conheço os outros, mas este não e não tem referência no Google. É uma importadora mesmo ou algum código de vocês? O que signifi ca? Caio Cavalcanti

Caro Caio, FW3 (Fine Wines 3) é uma importadora, com sede no Rio de Janeiro.

COMPRA NO OMELHORVINHO?
Como faço para comprar um vinho no site OMelhorVinho. com.br?
Élder Narciso Feltrim

Caro Élder, OMelhorVinho. com.br é voltado a avaliações de vinho, servindo como referência para uma compra. Não somos um site de vendas, apesar de termos parceria com o Shopping UOL, que é quem disponibiliza links com opção de compra de alguns dos vinhos avaliados em lojas parceiras do portal UOL.

CARMÉNÈRE
A história da casta Carménère no Chile é mesmo algo sensacional. Impressionante ver que ela fi cou lá no meio da Merlot sem que ninguém percebesse. Na verdade, até perceberam, mas qualifi caramna como uma Merlot com outra época de colheita. Aí, de repente, aparece um estudioso, olha e percebe que na verdade é uma cepa desaparecida há anos e que era dada como extinta.

Assim os chilenos resolveram fazer disso um grande prêmio e hoje estes vinhos são cada vez mais interessantes.
Carlos Bastos

DO BRASILEIRA?
É verdade que o Brasil terá vinhos com denominação de origem? O que é isso exatamente? O que signifi ca? Sempre vejo DOC, DO, DOCG, AOC entre outras siglas nos vinhos e sempre me pergunto o que estas siglas podem signifi car. Sei que representam uma região, mas isso quer dizer algo mais?
Tiago A. Ribeiro

Caro Tiago, sim, em 2010 o Brasil terá vinho DO Vale dosVinhedos. Para saber mais sobre isso, confi ra nesta edição a matéria de Sílvia Mascella Rosa que explica detalhadamente o que representa ter no rótulo este tipo de indicação.

ADEGAS
Parabéns pela matéria sobre escolha de adegas na edição 51. Realmente um bom guia, que fez com que eu optasse por um modelo que acredito, sim, que será o ideal para o que preciso. Estava prestes a comprar uma adega quando li esta reportagem e mudei completamente de opinião após a leitura. Fiz o cálculo de quantos vinhos guardaria e percebi que estava querendo comprar algo muito menor do que as minhas necessidades. Além disso, ia comprar um modelo por troca de calor e ia cometer um erro terrível. Enfi m, vocês podem perceber que estou quase agradecendo por terem me ajudado com esta compra.
Hamilton Costa

Da redação

Publicado em 17 de Março de 2010 às 10:24


Cartas

Artigo publicado nesta revista