Vinho - 17.Mar - Pirataria

Chateau Margaux cria selo anti-fraudes para combater vinhos falsificados


Visando combater fraudes, a Chateau Margaux resolveu modificar o sistema de segurança em suas garrafas, e agora passa a ter como referência um número e um padrão em cada unidade, que será rastreada pelo site da empresa.

Essa nova medida vem para fortificar e assim dificultar a falsificação de vinhos.

"Queremos organizar tudo e em 30 anos autenticar todas as garrafas", disse o diretor Paul Pontallier ao site da revista Decanter.

Precauções sobre os vinhos falsificados e a rastreabilidade já estavam em pauta nos últimos anos, já que há algum tempo houve vários relatos de rótulos falsificados na China.

O Departamento de Aduanas e Impostos Especiais de Consumo de Hong Kong confirmou que não houve provas de fraudes. Porém, em 2009 e em 2010 houve cinco reclamações sobre este tipo de caso. Contudo, a entidade ressalta ter um bom preparo para combater o problema.

O sistema, chamado Prooftag, será aplicado a todas as garrafas de Chateau Margaux, Pavillon Rouge e Pavillon Blanc. Além disso, toda a produção de 2009, 2010 e das safras futuras serão rastreadas, juntamente com as garrafas mais antigas que forem vendidas pela empresa.

Mais notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ Pesquisa aponta que consumo moderado de bebidas alcoólicas pode prevenir contra a demência

+ Evento na Croácia reúne vinho, gastronomia e música brasileira

+ Para manter cenário vinícola, produtores de Rioja protestam contra ampliação da rede elétrica na região

+ Novo bar londrino é dedicado a vendas exclusivas de vinhos de Jerez

+ Renomado vinho italiano é aprovado para importação nos Estados Unidos

Da redação

Publicado em 17 de Março de 2011 às 12:00


Notícias