Revista ADEGA
Busca

Vinho - 2.Mar

Châteaux boicotam pôster com seus nomes em chinês


Na última semana, a casa leiloeira Cristie's anunciou a publicação de um cartaz com os nomes de 61 chateaux da classificação de 1855 traduzidos para o chinês, que havia sido aprovado pelo conselho e Bordeaux.

No entanto, os produtores descobriram que os nomes publicados no cartaz não eram nomes oficiais aprovados pelas autoridades chinesas.

Divulgação

Em 2008, o colunista da publicação americana Decanter, Ch'ng Poh Tiong, criou um sistema de tradução fonética, que o chefe da Cristie's na China, Simon Tam, tomou como oficial e usou para traduzir os nomes dos châteaux.

Agora o  conselho que cuida dos interesses dos Grand Crus com classificação de 1855, se nega a ter qualquer coisa relacionada com o poster, alegando que aquele não era o acordo, e que não haviam aprovado as traduções do jeito que foram feitas.

"É um assunto complicado no momento. Ninguém tem direito de fazer nenhuma declaração oficial até que nossos pedidos e registros sejam confirmados pelas autoridades chinesas oficiais", disse o diretor geral do Chateau Kirwan, Philippe Delfaut.

O diretor da classificação de 1855 encontrou pelo menos 17 châteaux que não deram sua aprovação e estavam no pôster.

Tam insiste que nunca afirmou que seria uma tradução oficial e que não irá retirar os cartazes, que já possuem 500 cópias impressas para serem distribuídas na primeira semana de abril.

Mais notícias sobre vinhos..

Apresentador cria linha de vinhos para ajudar organizações beneficentes
Foram nomeados dois novos Cabelleros del Vino
Iniciativa realiza evento vinícola somente para mulheres
Consumo regular de vinho melhora a memória
Preços de vinhos de Borgonha batem os da região de Bordeaux em leilões

Redação
Publicado em 02/03/2012, às 08h08 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias