Revista ADEGA
Busca

Vinho - 01.Jun - Na TopWine

China demonstra ótimas perspectivas ao mercado de vinhos em feira


Divulgação
Exportadores, representantes de bodegas e outros empresários do setor vinícola espanhol se reuniram na semana passada na segunda edição do TopWine, uma feira de vinhos de Pequim.

Vinhos de Rioja, Navarra, Campo de Borja, Madrid, La Mancha ou Ribera del Duero, citando apenas algumas regiões da Espanha, apresentaram-se a importadores e entendidos chineses, que nessa segunda edição da feira vieram em um número muito maior que na estreia do evento, no ano passado.

Os representantes espanhóis concordaram que o mercado chinês está dando os seus primeiros passos, e é por isso que se deve entrar nele com certa paciência. Há, no entanto, ótimas perspectivas e logo será um dos mais destacados do mundo.

"Os chineses estão ávidos por produtos ocidentais, seja vinho, azeite, produtos mediterrâneos... recebem-nos com muita vontade", assinalou Amador Escudero, representante das Bodegas Valsacro, de Rioja, a qual também apresentou aos visitantes seus vinhos.

Essa bebida, considerada atualmente um produto de elite na China, tem um potencial completamente diferente do Ocidente, portanto deve-se conhecer bem a situação para obter um bom começo no mercado.

Os vinhos franceses, os quais chegaram à China décadas antes que o resto, são os mais conhecidos para os chineses, embora alguns opinem que a medida que os cidadãos da segunda economia mundial melhoram seu entendimento sobre esse produto, essa situação mudará.

Vinhos da América do Sul, Austrália e outras regiões também foram expostos na feira, embora a França tenha mostrada sua supremacia no mercado com o seu imenso stand na entrada do espaço de exposição.

Ainda nessa semana, coincidindo com a feira, a Moët-Hennessy anunciou que produzirá no noroeste da China o primeiro espumante de qualidade no país.

Mais notícias sobre vinhos...

+ APAE promove 4ª edição de leilão beneficente de vinhos em São Paulo

+ Dicionário sobre vinhos é premiado pelo Prêmio Gourmand 2010

+ Revista lista as 50 pessoas mais influentes do mundo do vinho

+ Rótulo de vinho brinca com idéia de "ovelha negra da família"

+ Mais de metade dos ingleses não tomam vinho local, diz pesquisa

Redação
Publicado em 01/06/2011, às 10h57 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias