Revista ADEGA
Busca

China entre os dez

China é um dos dez países que mais consomem vinho no mundo


A recente apresentação de vinhos franceses de Cahors, e a viagem que produtores do Lot, na França, fizeram na China, mostrou a que ponto o mercado chinês é fruto de uma base maior de consumo.

Os negociantes franceses consideram a China um remédio para a crise, e se baseiam no potencial que o país representa. É necessário que o Estado Chinês recomende a consumação de vinhos, o que não é o caso de outros países.

Segundo a Vinexpo, a China deve ultrapassar a marca de um milhão de garrafas de vinhos consumidas por ano, o que representa toda a produção da Aquitaine, região da França. Assim, a China entrará para o grupo dos dez primeiros consumidores de vinhos do mundo. A França faz o papel de líder estrangeiro, com cerca de três milhões de caixas vendidas em 2008.

Ao mesmo tempo, a produção de vinho também aumenta na China, principalmente na província de Shandong, onde o clima e o 'terroir' responde perfeitamente às exigências do vinho de qualidade.

+ Mais notícias sobre vinhos da França:

+ O Sul da França, curioso e peculiar

+ As fontes do "Jardim da França"

+ França com estilo mineiro

+ Vinícola africana produz 'Obama' na França

+ França aposta no enoturismo

Redação
Publicado em 26/05/2009, às 13h30 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias