Revista ADEGA
Busca

Vinho - 06.Fev

China pode diminuir ritmo de importação e preocupa mercado de vinhos


A China irá diminuir o ritmo de importação de vinhos agora que a produção nacional está aumentando. Apesar disso, eles estão prestes a se tornar o Segundo maior consumidor de vinhos do mundo, deixando Itália, França e Alemanha para trás, até 2016.

divulgação

A Competição por espaço no mercado chinês de vinho irá se intensificar ainda mais nos próximos anos: o mercado chinês de vinho ainda vai crescer 40% em volume nos próximos quatro anos, mas as oportunidades para as marcas estrangeiras será mais limitado.

Os resultados saíram de um estudo de mercado feito pelo IWSR para a Vinexpo. Desde 2007 até 2011 o mercado interno chinês cresceu 144%. "Será mais um desafio,  especialmente, para a França [líder no mercado chinês], porque todo mundo quer ir para lá agora", disse Xavier de Eizaguirre, presidente da Vinexpo.

Mais notícias sobre vinhos...

Empresa lança vinho para harmonizar com chesseburger
Leilão de vinho irá ajudar fundação do Royal Opera House
Produtores sul-africanos se juntam para divulgar seus vinhos premium
Consumo de vinho com baixo teor alcoólico crescerá mais de 5% até 2016
Motörhead lança vinho em embalagem com formato de amplificador

Redação
Publicado em 06/02/2013, às 08h58 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias