Revista ADEGA
Busca

China proíbe produtores nacionais de usar o termo "Champagne" em seus espumantes


Na última semana o Champagne se tornou a mais nova categoria de bebida a ganhar status protegido na China, o que significa que, a partir de agora, os produtores chineses estão proibidos de usar a denominação "Champagne" em seus espumantes.

A notícia foi recebida com entusiasmo pelo Comitê Interpofissional do Vinho de Champagne (CIVC), que tem no país asiático o importador que mais cresceu nos últimos anos. Em 2003, menos de 75 mil garrafas de Champagne foram enviadas à China. Porém, em 2012, o número bateu a casa dos dois milhões, fazendo do mercado o quinto maior fora da UE.

Com a proteção declarada, os produtores domésticos de espumantes, que antes pegavam o termo "Champagne" empresado, não poderão mais usá-lo, e deverão encaixar seus vinhos nas categorias já existentes.

A China já ofereceu tal proteção a outras bebidas, como os vinhos do Napa Valley, o Cognac e oScotch Whisky.

Mais notícias sobre vinhos...

+ Consumo de vinho diminui chances de ter pedra no rim

+ Crise de desabastecimento na Venezuela chega ao vinho
+ Julgamento de Paris completa hoje 37 anos

Consumir vinho ajuda o cérebro a manter a agilidade

Três novos Master of Wine são anunciados

Redação
Publicado em 29/05/2013, às 13h15 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias