Revista ADEGA
Busca

Café - 04.Dez - Consumo

Chineses estão bebendo mais café


Após a entrada do Starbucks na China, o consumo de café vem aumentando em grande escala. As taxas chegam aos 11% ao ano, enquanto a média global é de 2%, de acordo com a Organização Internacional do Café.

A China tem potencial para ser um dos maiores consumidores do mundo
Mesmo com o pequeno consumo dos chineses, que é de 3 xícaras por ano, enquanto os norte-americanos bebem 500, analistas do setor vêem um grande potencial no mercado.

"Se cada chinês consumir meia xícara por dia, controlaremos por inteiro o mercado global", afirmou Qian Jiaying, secretário assistente de comércio da Associação de Café de Pequim.

Impulsionados pelo aumento do consumo, alguns empresários locais decidiram investir no setor. Mas segundo eles, é necessário ficar alerta para o gosto dos consumidores: "Muitos ocidentais gostam de café puro, mas aqui as pessoas não estão acostumadas com o sabor amargo, então preferem consumir cappuccino ou latte".

Atualmente, o único empecilho para o consumo é o preço do grão, que vai de US$2,92 a US$4,38 por xícara, valor maior do que a maioria dos chineses pode pagar.

Confira as últimas notícias sobre o mundo do café...

+ Consumo de café no Brasil pode crescer até 8% em 2009

+ Costa Rica comemora nível de consumo mundial

+ Alemanha é o principal destino do café verde brasileiro
+ Organização Internacional do Café prevê safra recorde para 2010
+ Colombianos buscam café brasileiro para reabastecer o mercado interno

Redação
Publicado em 04/12/2009, às 16h20 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias