Revista ADEGA
Busca

Vinho - 27.Dez - cidades do vinho

Cidade portuguesa quer criação de uma rede mundial de cidades do vinho em 2011


A Câmara Municipal

da cidade de Cartaxo, que detém atualmente a presidência da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e da Rede Europeia de Cidades do Vinho (RECEVIN), quer avançar para a criação de uma rede mundial de cidades do vinho em 2011.

A ideia partiu do

prefeito da cidade, Paulo Caldas, para quem "a constituição desta rede mundial vai estimular o setor, valorizando-o como área de actividade estratégica para as economias locais".

A sua criação teria grande "relevância em termos produtivos e comerciais", e contribuiria "para a consolidação como eixo de desenvolvimento turístico das diversas comunidades", acrescenta.

A AMPV tem cerca de 80

cidades associadas e a RECEVIN representa, nos principais nove países europeus ligados ao vinho, cerca de 800 municípios.

Estas associações têm

incentivado o enoturismo, a produção e a exportação dos vinhos portugueses e europeus, e o fortalecimento da rede das instituições públicas e privadas ligadas ao sector.

Atualmente, as atividades desenvolvidas envolvem parcerias comerciais e com países como Brasil, China, Estados Unidos, Chile, Argentina

e África do Sul.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Vinho ajuda a manter a forma, diz estudo
+ Vinícola californiana distribui IPads a funcionários para melhorar produtividade
+ Loja de vinhos virtual atrasa em várias semanas entrega das garrafas
+Amy "WINE"house exige vinhos e outra bebidas em camarim do Brasil


Redação
Publicado em 27/12/2010, às 14h27 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias