Revista ADEGA
Busca

Vinho - 27.Jan - Dependência

Cientistas relacionam stress com dependência alcoólica


Pesquisadores do Scripps Research Institute, organização que estuda ciência biomédica, descobriram que um hormônio que é produzido pelo organismo durante períodos de stress está intimamente relacionado com a dependência alcoólica em animais.

Um grupo de ratos foi cuidado para que desenvolvesse um certo vício pelo álcool. Durante os períodos de abstinência, naturalmente estressantes, o hormônio corticotropin era liberado em grandes quantidades e aumentava a vontade de beber. Já quando o hormônio CRF era bloqueado através de compostos químicos, os ratos não sentiam vontade de ingerir álcool - ou ingeriam quantidades muito pequenas.

"Nosso estudo explorou o que chamamos de 'lado negro' do abuso do álcool", afirmou Marisa Roberto, professora que liderou as pesquisas. "Essa compulsão para beber não surge porque o ato é prazeroso, mas sim porque o stress gerado pela abstinência é inibido no ato da ingestão do álcool", o que forma uma cadeia sem fim. 

Esta descoberta abriu uma porta para que o alcoolismo seja tratado não apenas com terapia e técnicas de auto-controle, mas também com medicamentos capazes de inibir o hormônio CRF.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ O Melhor Vinho do dia: Inovações da Campus Party
+ Brasileiro é convidado a ser um dos 12 jurados do Argentina Wine Awards
+ O Melhor Vinho do dia: Para cuidar da saúde

+ Lance Armstrong ajuda a dar visibilidade às regiões vinícolas da Austrália
+ França recupera o 1º lugar em produção de vinhos

Redação
Publicado em 27/01/2010, às 14h25 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias