Revista ADEGA
Busca

Vinho - 12.Abr - Harmonia

Cinco filmes que unem vinho e arte


Assim como o vinho, o cinema é uma paixão. A chamada "sétima arte" tem legiões de fãs e tem a capacidade hipinotizar os espectadores.

Apesar de o mérito cinematográfico ser evidente, o assunto dos filmes também é um grande passo para o sucesso. A seguir, cinco filmes bons que além da trama ainda têm a companhia da bebida mais sedutora do mundo: o vinho.

1.     Sideways

O filme Sideways narra a história de dois amigos pelas fazendas vinícolas da Califórnia como despedida de solteiro de um deles (Jack). Para um deles, Miles, o vinho serve como forma de refúgio de todos os problemas - separação, trabalho e amor. Já para Jack, seu "vinho" são as mulheres. No decorrer do filme e dos acontecimentos desencadeados pela viagem dos amigos, eles começam a repensar (e nos fazer repensar) suas vidas.

2.     Um bom Ano (A Good Year)

Neste roteiro, o protagonista Max se vê obrigado a voltar para França, onde foi educado na arte dos vinhos por seu tio Henry, dono de um vinhedo no país, por conta de seu falecimento. Chegando lá, tenta vender seus vinhedos, mas percebe que não será tão fácil quanto imaginava. Longe da correria e do conforto da cidade grande, Max vai redescobrindo o valor das coisas simples da vida.  

3.     Vicky Cristina Barcelona

Apesar de a trama não ser essencialmente sobre vinhos, ele está lá em todos os momentos, como uma espécie de "ator coadjuvante". A história é a seguinte: duas amigas viajam a Barcelona e ao conhecer um sedutor pintor espanhol, decidem abandonar os bons modos e mergulhar numa loucura: um fim de semana sozinhas ao lado dele. Enquanto Vicky é bastante quadrada, está noiva e não gosta de arriscar, Cristina tem a mente aberta e ainda procura um sentido na vida. Após a viagem ao lado de Juan Antonio, a vida das duas e a maneira como vêem a vida muda completamente.

4.     Caminhando pelas Nuvens (A Walk in the clouds)

Depois de quatro anos nos campos de batalha da 2ª Guerra Mundial, Paul retorna para casa, mas percebe que a mulher com quem se casou não existe mais. Confuso, viaja a  negócios e conhece Victoria, uma jovem que engravidou de seu professor (que não quis compromisso). Tentando ajudá-la, Paul se passa por marido da jovem e os dois vão à propriedade da família, o vinhedo Las Nubes. Lá as coisas ficam ainda mais complicadas quando, durante a celebração da colheita, descobrem que estão apaixonados.

5.O Cozinheiro, o Ladrão, sua mulher e o amante (The Cook the Thief His Wife & Her Lover)

Neste filme o vinho também não ganha muito destaque, apesar de estar presente em alguns pratos do restaurante onde as cenas são vividas. Tratando da conexão entre o sexo e a alimentação, a obra narra a história de Albert, um homem rude e violento que, além de gângster, é dono de um restaurante sofisticado na Inglaterra. Sua mulher, Helen, que nunca o amou, começa a traí-lo com um freguês - e no próprio estabelecimento, inclusive em meio a diversos alimentos. Ao descobrir da traição, Albert planeja uma vingança triunfal contra o "condenado".

Todas as partes da trama são separadas pelo cardápio do restaurante, preparado pelo cozinheiro Richard, que tenta a todo custo controlar o patrão. Apesar de ser conduzido com bastante violência, e apelando a tudo que é "politicamente incorreto", o filme provoca uma reflexão sobre o homem, seus desejos e paixões.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ "Não faltará vinho", diz produtor chileno um mês depois do terremoto
+ Designers Basso & Brooke irão "vestir" garrafas da E&J Gallo
+ Cada tipo de vinho pede uma taça diferente. Por quê?
+ Uva para vinho verde é uma das mais caras de Portugal

+ O Melhor Vinho do Dia: À arte circense no interior de São Paulo!

Redação
Publicado em 12/04/2010, às 14h25 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias