Classificação de 1855 será candidata a Herança Mundial da UNESCO


A classificação de 1855, o ranking mais antigo de Bordeaux, é uma das candidatas a entrar para a lista de Herança Mundial da UNESCO, assim como os climats de Borgonha e as adegas de Champagne.

Philippe Castéja, presidente do Conselho dos Grand Cru Classe de 1855, afirmou, durante um jantar de imprensa no Chateau Mouton Rothschild, que a candidatura está sendo preparada para coincidir com o aniversário de 150 anos da lista, em 2015.

Os ministérios franceses de cultura e meio ambiente podem fazer, por ano, dois pedidos de inclusão na lista da UNESCO, sendo as próximas inscrições previstas para janeiro de 2014. Mas, como a data não coincide com a comemoração de 150 anos, apenas os climats de Borgonha e as adegas de Champagne serão inscritas. Em 2015, será a vez da classificação de 1855, cuja entrada na lista da UNESCO só será anunciada em 2016.

"A classificação de 1855 é fruto de fatores naturais e humanos e foi ganhando importância ao longo dos anos", explicou Castéja. "O valor dela está não apenas na excelência dos vinhos como na riqueza arquitetônica que os châteaux levaram a Bordeaux, os comércios artesanais que dá suporte, a colheita de uvas e toda a notoriedade que deu à França".

Mais notícias sobre vinhos...

Exportação de vinhos finos brasileiros cresce 23% em 2012

Empresa portuguesa cria rolha que dispensa o uso de saca-rolhas

Empresa francesa lança vinho em lata

Nova Zelândia declara 2013 como "uma safra a ser lembrada"

Site de encontros para amantes de vinho será lançado em breve

Da redação

Publicado em 18 de Junho de 2013 às 10:25


Notícias