Vinho - 08.Abr - Fraude

Colecionador de vinhos processa casa leiloeira por fraude


O bilionário William Koch, antigo colecionador de vinhos, está processando a casa leiloeira inglesa Christie's por fraude. Segundo o norte-americano, ela lhe vendeu diversos vinhos falsificados/adulterados por muitos anos.

No processo, Koch alega que a Christie's é negligente por não assegurar a autenticidade do conteúdo das garrafas leiloadas, fazendo uma espécie de "corpo mole" às fraudes.

"Como a Christie's já testou e certificou o conteúdo de muitas adegas, examinando garrafas de todos os tipos, é impossível ela não saber quando um vinho foi adulterado", destacou o bilionário, que ainda acrescentou que a casa inglesa tem acesso exclusivo aos fatos e circunstâncias que podem pôr em xeque a autenticidade dos produtos que vende.

O porta-voz da Christie's, Matthew Paton, afirmou que a empresa toma todas as precauções necessárias, trabalhando inclusive com experts, autoridades e instituições relevantes para as investigações. "Acreditamos que as alegações não têm fundamento", enfatizou.

Koch já processou outras duas wine stores: Zachy's e Acker Merrall & Condit, além de um colecionador alemão chamado Hardy Rodenstock.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Espanha promove feira de vinhos ecológicos

+ Índia se une à elite do mundo do vinho
+ O Melhor Vinho do Dia: Entrando no clima da Copa!

Chineses reafirmam interesse pelos vinhos de Bordeaux
+Alterações climáticas assustam produtores australianos

Da redação

Publicado em 8 de Abril de 2010 às 11:44


Notícias