Concha y Toro ingressa no Clube Vigno

Para poder unir-se ao grupo, tradicional produtor chileno lança vinho com uva Carignan, da região de Maule


Vinícolas De Maule, Chile

Responsável por mais de 30% das exportações de vinhos do Chile, a Concha y Toro une-se a Vigno (Vignadores de Carignan), um pequeno grupo de vinícolas fundado em 2011 com objetivo de produzir rótulos de uvas Carignans, da região de Maule, que está sendo preservada após um terremoto em 2010. Andres Sanchez, um dos fundadores e o atual presidente do Clube Vigno, diz que a associação possui regras rígidas para fabricação e rotulagem dos vinhos. Cada garrafa deve ser produzida com pelo menos 65% de uvas Carignan, e o restante com variedades de “old vines” do interior seco de Maule. Além disso, o vinho deve ser envelhecido por dois anos antes de ser lançado no mercado. A versão produzida pela Concha y Toro usou uvas provenientes de vinhas antigas, com solos argilosos, vermelhos e pobres em nutrientes. O clube Vigno atualmente conta com 15 membros, já incluindo a Concha y Toro, que ajuda a organização a se expandir.

Da redação

Publicado em 24 de Abril de 2015 às 14:36


Notícias