Revista ADEGA
Busca

Vinho - 28.Nov.

Condessa da Covilhã vende 1400 garrafas de vinho do Porto com mais de meio século


A Condessa da Covilhã, Maria Manuela Borges Quental Calheiros, neta de um dos antigos proprietários dos Vinhos Borges, colocou 1.400 garrafas de vinho do Porto de sua coleção particular à venda. Os rótulos, que têm mais de um século, têm preços que variam de 140 a 320 euros.

divulgação


Não se sabe com exatidão as datas que estes vinhos foram produzidos, apenas que os últimos foram engarrafados em 1947, quando a família Borges regressou do Brasil, onde esteve refugiada durante a Segunda Guerra Mundial. Segundo agências de notícias portuguesas, antes dessa data, os vinhos permaneceram guardados em toneis que a família possuía em Vila Nova de Gaia.

Todos eles estão "certificados pelo Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto", mantendo intactas as suas qualidades e surpreendendo pela sua "juventude". Depois de certificados, os vinhos foram arrolhados de novo, selados pelo IVDP e rotulados nas caves dos vinhos Borges.

Mais notícias sobre vinhos...

Viña Undurraga nomeada a vinícola do ano pela Wines of Chile
Produção mundial de vinho cai 16 milhões de hectolitros
Casa de leilão vende garrafas raras de vinho Rioja 
Coppola volta a usar Inglenook em seus rótulos de vinho

Redação
Publicado em 28/11/2012, às 09h17 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias