Vinho - 23.Jun - Alívio

Congelamento de imposto sobre o álcool é bem recebido pelo comércio britânico


Os comerciantes de bebidas do Reino Unido reagiram com alívio ao congelamento do imposto sobre o álcool. O congelamento foi aplicado devido ao orçamento de emergência apresentado ontem pelo ministro das finanças, George Osborne.

Apesar desta ser a primeira vez em quase uma década que o imposto foi congelado, o alívio dos comerciantes foi temperado com um pouco de resignação. A taxa IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) aumentou de 17,5% para 20%.

"O anúncio de hoje proporciona algum alívio para um setor que tem enfrentado aumentos substanciais de impostos nos últimos anos. Fico contente com a decisão do chanceler", disse Jeremy Beadles, diretor executivo da Wine & Spirit Trade Association (WSTA).

Nos últimos dois anos, o imposto sobre o vinho e bebidas alcoólicas aumentou 26% e 22% respectivamente, sendo este o primeiro congelamento do serviço desde 2001.

"O repetido aumento dos impostos trouxe menos receita para o Tesouro, além de punir os consumidores responsáveis, enquanto o problema do consumo excessivo de álcool não é resolvido", acrescentou Beadles.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Governo britânico gastou 18 mil libras em vinhos desde eleição

+ Vinhos destinados à União Européia passarão por análise

+ Loja do Reino Unido quer vender vinhos por 0,99 libra

+ Preços dos Bordeaux 2009 causam polêmica entre comerciantes

+ Festival expõe gastronomia e vinhos de Rioja em Londres

Da redação

Publicado em 23 de Junho de 2010 às 05:41


Notícias