Revista ADEGA
Busca

Vinho - 09.Jun - Polêmica

Construção de trem na França desperta ira de viticultores


A vinícola Château Méjean que perderá mais da metade de sua área, caso a linha do trem seja construída
A possível construção de uma linha ferroviária entre Bordeaux e Toulouse vem despertando a ira dos produtores de vinho da região de Graves, no sudeste francês.

A região, reconhecida mundialmente por sua produção de vinhos, terá nove hectares de vinhas destruídos caso a construção se concretize. O sindicato dos viticultores de Graves anunciou sua intenção de ir ao tribunal se for necessário para impedir o projeto.

Da área do Château Méjean, serão cortados 4,5 hectares, de uma área total de 6,5. Outras importantes adegas também serão afetadas pela possível construção do trem. O presidente do sindicato dos viticultores, Bruno Géraud,  disse que o projeto "é visto com desprezo, ainda mais em um espaço único para qualquer desenvolvimento como este".

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Consumidor chinês se torna presa fácil para aproveitadores

+ Australianos criam site para mudar a imagem de seus vinhos

+ Brasil quer aprender com vinhos sul-africanos

+ Para expandir seu mercado, Espanha traz vinhos para o Brasil

+ Viticultores franceses aderem à causa ambiental

+ Chineses podem comprar marca australiana de vinhos

Redação
Publicado em 09/06/2010, às 07h05 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias