Revista ADEGA
Busca

Vinho - 09.Jun - Desonestidade

Consumidor chinês se torna presa fácil para aproveitadores


O crescente interesse do mercado chinês por vinhos certamente é uma boa notícia para o setor vitivinícola mundial. Com a população mais numerosa do mundo e uma economia em constante ascensão, a entrada da bebida no país é algo a ser comemorado.

Infelizmente, essa comemoração não se restringe à indústria de vinhos. Ultimamente, falsários e enganadores têm se aproveitado da falta de conhecimento do consumidor chinês para fazer falsos negócios e vender produtos inexistentes. O último caso noticiado foi uma venda de garrafas Bordeaux que nunca foram entregues.

"Há um interesse enorme no Bordeaux de 2009 pelo consumidor chinês", disse o diretor de vendas da produtora de vinhos em Hong Kong, Sam Gleave. "Em um mercado desregulado sempre houve possibilidade de negociações falsas. Infelizmente, parece que esse potencial se concretizou", lamenta.

Para que os consumidores possam conhecer melhor a bebida, a Bordeaux está apostando na educação do comprador oriental. Na atual exposição World Expo, em Shangai, a companhia francesa tentará esclarecer e motivar a conscientização do novo mercado.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Australianos criam site para mudar a imagem de seus vinhos

+ Brasil quer aprender com vinhos sul-africanos

+ Para expandir seu mercado, Espanha traz vinhos para o Brasil

+ Viticultores franceses aderem à causa ambiental

+ Chineses podem comprar marca australiana de vinhos

+ Principal concorrente do champanhe é o viagra, diz executivo francês

Redação
Publicado em 09/06/2010, às 05h57 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias