Revista ADEGA
Busca

Vinho - 23.Fev.

Consumidores pagam mais por vinhos com nomes difíceis


Um estudo realizado pela professora da Universidade de Brock, no Canadá, Dr. Antonia Mantonakis, descobriu que os consumidores são mais propensos a comprar vinhos de vinícolas com nomes mais difíceis de pronunciar.

Divulgação

Outra descoberta foi que os participantes também estão mais dispostos a pagar um preço maior pelo mesmo vinho, se esse tiver um nome mais difícil de pronunciar em inglês.

"Vinhos com nomes dificeis de pronunciar são associados com vinhos de melhor qualidade" disse a Dr Mantonakis. "Coisas difíceis de pronunciar não são familiares porque geralmente são usadas para coisas raras" complementou.

Além disso, a percepção de gosto também se altera, caso o nome do vinho, ou da vinícola seja mais difícil.

"Percepção de gosto é diferente se associada com nomes de vinícolas mais disfluentes" disse ela.

Mais notícias sobre vinhos...

Associação realiza degustação de vinhos para surdos
Fundação realiza festival vinícola para arrecadar fundos
Pesquisadores desenvolvem proteína para combater doença em vinhedos
Môet Hennessy irá produzir vinhos para abastecer o mercado chinês
Produtor de vinho acha tesouro antigo em sua propriedade

Redação
Publicado em 23/02/2012, às 08h33 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias