Revista ADEGA
Busca

01.Set - Qualidade de vida

Consumo de álcool aumenta prática de exercícios físicos


O consumo de vinho está diretamente ligado à pratica de exercícios físicos
Ao contrário do que prega o senso comum, que relaciona bebida alcoólica com sedentarismo, um novo estudo descobriu que beber vinho estimula o consumidor a praticar exercícios físicos por mais tempo do que alguém que não tenha o costume de beber.

Através de pesquisas, o estudo demonstrou que um consumidor de bebidas alcoólicas faz mais do que levantamento de taças. Os consumidores regulares de vinho são 10% mais propensos a praticar atividades físicas. Na verdade, a pesquisa ainda revelou que quanto maior a ingestão de álcool, maior o tempo de atividade física.

O grupo estudado, de 350.000 americanos, está na faixa entre 21 e 65 anos. Numa pesquisa por telefone, os participantes classificaram seus hábitos físicos, fornecendo o número de dias por semana que se exercitam por pelo menos 10 minutos.

Para a classificação os hábitos de consumo, mulheres que ingerem de 1 a 14 drinks por mês e homens que consomem 1 a 29 foram postos no grupo "light". Bebedores moderados eram aqueles que estão entre 30-75, enquanto as mulheres desse grupo bebem 15-45 taças. No grupo dos bebedores pesados se encaixavam mulheres que ingerem mais de 46 drinks e homens mais de 76.

Após as classificações, a equipe comparou as taxas de exercícios e o nível de bebida que cada um consumia, e a conclusão encontrada foi a de que "os usuários de álcool não só se exercitam mais do que os que não ingerem nenhum tipo de bebida, como também aumentam a quantidade de atividades físicas proporcionalmente a quantidade de drinks que tomam. Há uma forte relação entre os níveis de consumo e a prática de exercícios", concluiu o pesquisador Michael French.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ Safra 2009 em Burgundy deve ser excepcional

+ O Melhor Vinho do dia: Ao bom relacionamento entre Brasil e Argentina!
+ Yeda Crusius renova convênio com o Ibravin
+ Clima traz safra de uva rentável para a região de Tulare

+ Após crescimento das exportações, África do Sul pode enfrentar escassez de vinho




Redação
Publicado em 01/09/2009, às 15h23 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias