Revista ADEGA
Busca

Vinho - 27.Jun - Pesquisa na França

Consumo de vinho na França decai nas últimas duas gerações, diz estudo


Divulgação
As novas gerações estão menos conscientes da importância cultural do vinho na França
Segundo o jornal inglês Telegraph, pesquisadores temem que a cultura de beber vinho está sendo perdida na França, com gerações mais novas menos propensas a saborear uma garrafa durante uma refeição, mas mais aptas a beber simplesmente por prazer.

Apenas 16,5% da população francesa bebe vinho regularmente, de acordo com o estudo do centro de pesquisa ESC Pau e a Universidade de Toulouse 1 Capitole.

O consumo regular durante refeições foi substituído por um consumo de vinho ocasional, normalmente fora de casa.

Isso ocorreu nas últimas duas gerações, de acordo com os pesquisadores Pascal Poutet e Thierry Lorey.

Os franceses também estão, segundo a pesquisa, menos conscientes da importância cultural do vinho para a França.

"A análise de gerações das representações do vinho na França parece ser apropriada para explicar as mudanças profundas pelas quais o vinho passou nos últimos 60 anos", disse Poutet.

"É precisamente a crescente perda de identidade, representações sagradas e imaginárias do vinho (nação, região, etc) por mais de três gerações explicam as atitudes de consumo da França, e especialmente o declínio acentuado do volume de vinho consumido".

O consumo decaiu tanto que os dados mostram que um adulto consome apenas uma garrafa de vinho por semana.


Mais notícias sobre vinhos...

+ Novo vinho do porto feito para complementar com chocolate amargo é lançado na Europa

+ Número de visitantes chineses na Vinexpo dobra

+ Alta do dólar australiano e baixa demanda prejudicam vinicultores

+ Marcas de vinho do Novo Mundo terão grande espaço no mercado chinês

+ Óleo de oliva evita doenças cardiovasculares, diz estudo

Redação
Publicado em 27/06/2011, às 10h48 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias