Revista ADEGA
Busca

Vinho - 26.Abr - Saúde

Cor intensa potencializa as propriedades "saudáveis" do vinho


Procurando tornar o vinho ainda mais saudável, um grupo de pesquisadores da Universidade de Sevilha descobriu que ao melhorar a paleta de cores do vinho tinto, melhora-se também os aspectos nutricionais e medicinais da bebida, potencializando as propriedades antioxidantes, anticancerígenas e cardiovasculares.

Aprimorando os tons vermelho púrpura, através principalmente do contato continuado da casca da uva com o suco, é possível obter vinhos de cor mais intensa e duradoura. Além disso, também é necessária a introdução de componentes presentes tanto na casca quanto nas sementes da uva para que a cor seja estabilizada e intensificada.

Estes mesmos componentes responsáveis pela cor do vinho também contam com propriedades antioxidantes, anticancerígenas e cardiovasculares. Por isso, os pesquisadores sustentam que melhorando os tons vermelho púrpura do tinto, também se potencializam os benefícios para a saúde.

"Na casca da uva e na semente existem compostos orgânicos responsáveis pela cor e o sabor áspero dos caldos. Eles são denominados fenóis e antocianinas, que são a fonte da cor do tinto e cujas características funcionais já foram comprovadas", explica Francisco José Heredia, responsável pelo projeto.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Canadenses estão trocando a cerveja pelo vinho
+ Com mais antioxidantes naturais, vinho promete ajudar na prevenção de doenças

+ Abismo entre vinhos de Bordeaux aumentou nos últimos anos

+ Aeroporto Charles de Gaulle bate recorde em venda de vinho
+ Série "Gran Reserva" estréia com alta audiência, mas gera polêmica

Redação
Publicado em 26/04/2010, às 11h40 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias