Revista ADEGA
Busca

Café - 01.Dez - Estável

Costa Rica comemora nível de consumo mundial


Os produtores de café da Costa Rica comemoraram os níveis de consumo do grão nos EUA e na Europa, que se mantiveram estáveis neste ano. Devido ao panorama internacional, o fato ajuda os cafeicultores a atravessar o período de dificuldades econômicas.

Por causa da crise, era esperado que houvesse uma retração na demanda e no consumo da bebida nos principais mercados, mas para a alegria geral, uma pesquisa realizada pela Associação Nacional de Café dos Estados Unidos (NCA) mostrou que 49% dos entrevistados ainda consumem café diariamente, marca idêntica a de 2008. Além disso, o consumo médio também não baixou, mantendo-se nas 3,3 xícaras por pessoa.

Os cafeicultores estão satisfeitos com os níveis mundiais de consumo
Ronald Peters, diretor executivo do Icafé (Instituto de Café da Costa Rica) comentou que na Europa o mesmo fato foi percebido. A demanda estável e os preços altos no mercado (com um adicional de US$ 15) estão permitindo que os produtores não sintam os efeitos do cenário mundial pouco favorável.

Até o momento, a Costa Rica já colocou no mercado 767 mil sacas de café da safra 2009/10, o que representa metade do volume exportável. O café costarriquenho é vendido principalmente para os EUA (51%), enquanto Alemanha, Bélgica e Itália importam cerca de 14%, 8% e 4% do total comercializado.

Confira as últimas notícias sobre o mundo do café...

+ Alemanha é o principal destino do café verde brasileiro
+ Organização Internacional do Café prevê safra recorde para 2010
+ Colombianos buscam café brasileiro para reabastecer o mercado interno

+ Características do café de Nicarágua são elogiadas por especialista

+ Consumo brasileiro de café deve fechar o ano em 18,5 milhões de sacas

Redação
Publicado em 01/12/2009, às 15h16 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias