22.jun - Vinhos da América do Sul ganham espaço

Crescem as exportações de vinhos sul-americanos em 2009


As vendas para o exterior de vinhos brasileiros, argentinos e chilenos aumentaram no primeiro trimestre de 2009.

No Brasil, as exportações de espumante cresceram 18%, conquistando mercados importantes como Estados Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha e Holanda.

"Este é o momento para exportar bons vinhos a bons preços", afirmou a diretora-geral da vinícola Argento, Amelia Nolan, que está participando da Vinexpo - tradicional feira francesa de vinhos que se encerra dia 25 em Bordeaux.

As vendas da companhia argentina cresceram 20% fora do país nos primeiros três meses do ano. A vinícola, segundo Amélia, pretende exportar 8,4 milhões de garrafas até o fim de 2009.

"Estamos claramente sendo beneficiados pela crise, crescendo em cada um dos mercados", declarou Juan Somavía, gerente da Wines of Chile, organismo que promove os vinhos desse país no exterior.

O produtor francês François Lurton, proprietário de vinhas no Chile, disse que, "em valor, minhas vendas chilenas aumentaram 50% nesses primeiros cinco meses do ano".

"Os preços baixos de vinhos argentinos e chilenos estão minando as vendas de França e Espanha", concluiu.    

+ Mais notícias sobre vinhos sul-americanos:

+ Vinho brasileiro na direção certa

+ Os Frutos da Nossa Terra

+ Argentina deve se tornar maior exportador de vinho ao Brasil

Previsão de aumento nos preços de vinhos argentinos

+ Santiago e Vale de Colchagua

+ Novidade chilena é guardar o vinho embaixo d'água

Da redação

Publicado em 22 de Junho de 2009 às 13:13


Notícias