Vinho - 06.Dez

Custo para manter um vinhedo sobe 23% na Argentina


Os custos para manter um vinhedo com uvas básicas em Mendoza aumentaram 23%.  Atualmente, o custo de produção anual é de 23 mil pesos por hectares; para as uvas top pode chegar a 34 mil pesos, de acordo com o último estudo do Observatório vitivinícola Argentino.

divulgação

Entre as variáveis analisadas na pesquisa estão, as atividades básicas (desbrotar podar, serviços, impostos, administração geral), e as atividades de apoio. O relatório afirma que nestas atividades foram analisados ​​aspectos como o trabalho manual necessário e os recursos consumidos.

Só o custo para manter a mão-de-obra de um hectare de uvas top é superior 27.679 dólares, para uvas de alta gama é de 22.834 dólares, para variedades chega a 20.746 dólares e uvas básicas de $ 18.109.

Perguntada sobre o assunto, a engenheira agronôma Laura Alturria, disse que a variação observada entre os custos básicos e uvas chamado top ainda responde principalmente à diferença da mão-de-obra, e é explicado, principalmente, porque as uvas têm uma maior exigência desbrotes, folha arrancar e desbaste.

Mais notícias sobre vinhos...

Château é destruido por engano do proprietário em Bordeaux
Norte-americanos preferem vinhos com rolha natural
Fabricante cria sorvete de vinho com 5% de teor alcoólico
Pesquisadores descobrem novos benefícios de substância presente no vinho tinto
Itália utrapassa França e se torna maior produtor de vinho do mundo

Da redação

Publicado em 6 de Dezembro de 2012 às 11:27


Notícias