Revista ADEGA
Busca

Vinho - 07. Fev - Mercado

Demanda de vinhos espanhóis cresce no mercado norueguês


A empresa responsável pela distribuição de 90% das bebidas alcoólicas na Noruega, chamada Vinmonopolet, revelou que o aumento da distribuição dos produtos no último semestre foi caracterizada pela forte presença dos vinhos espanhóis.

Luna Garcia
Demanda de vinhos espanhóis é destaque no mercado norueguês

Neste estudo verificou-se que devido à demanda interna e às tendências do mercado do vinho, os espanhóis têm crescido no país, atingindo cerca de 21% da demanda do mercado.

A exportação espanhola para o país ocorre devido à estabilidade mantida nos últimos dez anos, em que o lucro obtido alcançou os 20 milhões de euros. Porém, no ranking de países que mais exportam à Noruega, a Espanha alcança apenas a terceira posição, atrás de França e Itália.

O mercado norueguês, caracterizado pela existência deste monopólio de venda de bebidas alcoólicas, possui uma regra: para fazer parte dele, os vinhos tem que ser apresentados nos concursos públicos realizados pela Vinmonopolet semestralmente no país. Entre os fatores que são solicitados neste concurso estão a origem dos vinhos, as características e a faixa de preço dos produtos.

Para participar do concurso Vinmonopolet é necessário obter uma licença na Noruega através de um dos 230 importadores dos produtos. A partir daí, o vinho passa a estar disponível nas lojas do setor durante os próximos 12 meses.

Mais notícias sobre o mundo dos vinhos ...

+ Vinho Chateau d`Yquem adota nova tática para o aumento do consumo

+ Cantor e compositor Chris Burgh venderá parte de sua coleção de vinhos

+ Pesquisadores apontam o vinho como alternativa no combate à diabetes

+ Estudo aponta França como a maior produtora de vinhos

+ Safra de uva no Rio Grande do Sul pode ser a melhor da década

Redação
Publicado em 07/02/2011, às 07h02 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias