Dieta mediterrânea com frutos secos reduz 30% o risco de infarto


De acordo com uma pesquisa espanhola publicada na revista "The New England Journal of Medicine", seguir a chamada dieta mediterrânea - que se baseia no consumo de alimentos como vinho, peixes e azeite - enriquecida com frutos secos pode reduzir em até 30% o risco de sofrer infarto ou outras doenças cardiovasculares e em 49% a possibilidade de ter um AVC.

A pesquisa, denominada "Predimed", é um dos maiores estudos de nutrição do mundo e seus resultados, que mostraram evidências científicas fortes, podem mudar os rumos da política nutricional do mundo todo. Ele teve início em 2003, com a participação de 7.447 voluntários (homens e mulheres entre 55 e 80 anos), que apresentavam alto risco de desenvolver doenças do coração.

De acordo com a EFE, as primeiras pesquisas sobre a dieta mediterrânea reconhecidas pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade tiveram inicio na década de 60.

Mais notícias sobre vinhos...

Henri Krug, da Maison Krug, morre aos 76 anos

Vinícola de Sonoma grava vídeo do Gangnam Style

Oeste australiano produz seu primeiro Ice Wine

Simbólico no Catolicismo, vinho está presente nas três religiões abraâmicas

Cientistas encontram substância antienvelhecimento no vinho tinto

Da redação

Publicado em 14 de Março de 2013 às 13:28


Notícias