Revista ADEGA
Busca

Embaixada britânica "chama a atenção" dos argentinos


A embaixada britânica de Buenos Aires fez uma recomendação aos vinicultores argentinos na hora de dar nomes aos vinhos: colocar nomes argentinos, para "dar-lhes identidade". Um dos diplomatas acrescentou que um consumidor do Reino Unido se sente enganado ao ver um vinho argentino com nome francês, e acham que querem vender uma coisa pela outra. Além disso, um nome argentino valoriza muito mais o produto e seu terroir.

Quem segue esse exemplo são os australianos. Um chamativo rotulo amarelo com um grande canguru impresso foi um dos mais consumidos nos Estados Unidos atualmente, mostrando a verdadeira identidade do produto e sua origem.

Fernando Roveri
Publicado em 28/05/2007, às 12h07 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h44


Mais Notícias