Revista ADEGA
Busca

Vinho - 26.Mar.

Embaixador turco acusado de usar dinheiro público para comprar vinhos


As autoridades turcas responsáveis estão investigando o embaixador do país na União Européia por suspeita de usar dinheiro público para comprar vinhos.

Divulgação
Embaixador turco acusado de comprar vinhos com dinheiro público

O embaixador Daryl Batibay é suspeito de usar cerca de 200 mil euros do dinheiro público para comprar vinhos e tentar contrabandeá-los para seu país natal.

Depois de receber denuncias anônimas, o Primeiro MinistroTayyip Erdoğan enviou dois funcionários para questionar antigos funcionários de Batibay; os funcionários disseram que acreditam ter visto parte dos vinhos do embaixador serem levados em um caminhão.

Dependendo do resultado das investigações o Ministério Público irá processa-lo por corrupção.

O Ministro do Exterior da Turquia confirmou à revista Decanter que outros ministérios estão investigando Batibay, que se retirou do cargo de representante do país no Conselho da Europa.

 "Por uma lado é ruim, por ser um caso de corrupção. Por outro lado, é bom, porque mostra que o governo e o primeiro ministro estão permitindo as agencias investigarem. Isso passa uma clara mensagem para outros oficiais", disse um dos agentes da investigação.

Mais notícias sobre vinhos...

Criado primeiro colégio oficial de enólogos na Espanha
Industria vinícola assina acordo para diminuir teor alcoólico de vinhos
Cartunista cria rótulo para edição limitada de vinho
Vinhos californianos batem recorde de vendas nos EUA
Festival vinícola arrecada dinheiro para deficientes fisicos

Redação
Publicado em 26/03/2012, às 07h13 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias