Revista ADEGA
Busca

Vinho - 12.Mar - Proibição

Embargo russo aos vinhos da Geórgia completa 4 anos neste mês


No dia 25 de março, o embargo do governo Russo ao vinho georgiano vai completar quatro anos. Em 2006, o delegado de saúde pública da Rússia Gennady Onishchenko  impôs a proibição dos vinhos da Geórgia alegando que este não estava apto ao consumo. No entanto, a ex-República da extinta União Soviética afirma que o embargo foi motivado por razões políticas.

Antes de 2006, mais de 80% das exportações de vinho da Geórgia eram destinadas à Rússia. Um ano antes, o país exportou 59,3 milhões de garrafas para os russos.

Já no ano do embargo, as vendas caíram 67% e não passaram das 20 milhões de garrafas. Nos anos seguintes, de acordo com o Ministério da Agricultura, a marca ficou em 12 milhões.

"Nós encontramos novos mercados, mas a vinicultura daqui ainda está passando por maus bocados. Não estou otimista em relação ao nosso acesso ao mercado russo, mas tenho certeza que isso não vai durar para sempre", afirmou Giorgi Margvelashvili, da vinícola Tbilvino.

De acordo com o Ministro das Finanças, Kakha Baindurashvili, o fim do embargo não trará muitos benefícios para a Geórgia, uma vez que o país obteve sucesso ao redirecionar as exportações a outros países.

Davit Narmania, diretor executivo do Instituto Caucasiano de Investigação Econômica e Social, concorda com Baindurashvili e adiciona: "A proibição teve bases políticas, é claro, mas a Geórgia conseguiu encontrar mercados para alimentos e bebidas fora da Rússia. Eu acredito que seria melhor para eles acabar com o embargo, porque nossos vinhos são mais baratos e estão mais perto".

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+O Melhor Vinho do Dia: Para acompanharmos os velozes carros da Fórmula Indy!

+ Praga encontrada nos EUA deixa 419 km² de plantações em quarentena
+ Chef Martín Berasategui faz "revolução" em sua nova garrafa
+ Caixa de vinho raro pode chegar a 40 mil libras em leilão
+ O Melhor Vinho do Dia: Ao bom momento da economia brasileira!

Redação
Publicado em 12/03/2010, às 12h15 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias