Vinho - 10.Dez

Empresa quer recolocar vinho dos anos 50 no mercado


A vinícola Orlando Wines está pensando em recolocar no mercado uma marca de vinhos doces e frisantes dos anos 50 chamada Barossa Pearl. Famosa por transformar consumidores de cerveja em fãs de vinho na Austrália, a marca foi criada em 1956 por Colin Gramp.

divulgação

Inspirada no frisante alemão Perlwein, o diretor criou o vinho usando uvas de mesa fermentadas em pressão controlada na vinícola Barossa. O vinho teve um enorme sucesso e desencadeou a criação de uma categoria de vinho frisante doce, que incluía outros rótulos de alto perfil como Star Wine. No entanto, as vendas diminuíram e a produção foi finalizada nos anos 70.

Atual dono da Orlando Wines, o grupo Pernod Ricard pensou em trazer a marca ao mercado novamente por conta da demanda crescente de vinhos desse tipo, liderados pelo Moscato. "É um grande caminho até o Moscato... mas temos a experiência para segui-lo", disse Bernard Hickin, enólogo chefe da Jacob's Creek, que pertence ao mesmo dono.

Eles acreditam que existe um nicho grande no mercado para esse tipo de vinho, e que talvez ele siga o exemplo do Jacob's Creek Moscato, lançado há dois anos e atualmente responsável por 5% das vendas da marca (o correspondente a sete milhões de caixas por ano). "As pessoas tinham vergonha de beber esses vinhos mais doces, mas agora elas não parecem se importar e estão explorando o estilo", comentou o diretor da Orlando Wines, Brett McKinnon.

Mais notícias sobre vinhos...

Projeto produz único vinho vinificado em ânforas na Itália
Roederer vende château em Bordeaux para empresa chinesa
Viticultores fanceses se juntam para produzir vinho em parceria
Custo para manter um vinhedo sobe 23% na Argentina
Château é destruido por engano do proprietário em Bordeaux

Da redação

Publicado em 10 de Dezembro de 2012 às 09:56


Notícias