Vinho - 29.Jun - Na próxima semana

Espanha, Itália e França promoverão vinhos em evento no Vietnã


Entre os dias cinco e sete de julho, ocorrerá no Vietnã a segunda edição de um ato pioneiro de colaboração entre a França, Itália e Espanha, com o objetivo de expor conjuntamente vinhos de qualidade das regiões européias mais importantes.

Divulgação
O evento, chamado "Traditional Quality Wine Fair", contará com a participação de 19 bodegas - sete italianas, seis francesas e seis espanholas. Espera-se que mais de 400 profissionais do setor de vinho e restaurantes compareçam na feira, o que supõem praticamente o total dos agentes de mercado no país.

O Vietnã é um mercado emergente, e, como tal, ainda tem muito a percorrer para se tornar em um ponto de exportação espanhola obrigatório na Ásia.

Seus avanços no momento, porém, são muito mais que prometedores. Aumentos anuais, entre 20 e 85%, em suas importações de vinho, estão chamando a atenção de muitos dos agentes que observam como a cultura vietnamita é muito mais permeável ao vinho que outros exemplos asiáticos permitam prever.

Os vinhos espanhóis, que dispõem de uma cota minoritária do mercado, são sem dúvida um dos que mais progridem. Em 2010, o aumento das exportações de vinho espanhol ao Vietnã f oi de 154%.

O mercado de vinho no Vietnã está dominando pela França, mas está retrocedendo ante as bodegas do Novo Mundo. Em especial Chile e Austrália, são os países mais ativos e que vem tendo melhores progressos em suas exportações.

Atentando a essa competitividade, Espanha, França e Itália - os países com uma história maior no mercado mundial de vinho - estão unindo forças para ressaltar os valores de anos de tradição na boa produção de vinho: terroir, uvas indígenas, métodos tradicionais e gerações de experiência, que dão um sabor distintivo e uma complexidade única a cada colheita.

O evento, organizado e promovido em conjunto com a ICEX (Instituto Espanhol de Comércio Exterior), a francesa UBIFRANCE e a italiana ICE, ocorrerá nas principais cidades do país com dois dias de degustação, uma em Saigon (5 de julho) e outra em Hanói (7 de julho).

Mais notícias sobre vinhos...

+ Marca de vinhos neozelandesa assina contrato de exportação à China

+ Vinho usa tinta que brilha no escuro em seu rótulo

Vinhos da região espanhola Rioja são os preferidos entre os consumidores ingleses

Vinícolas francesas investem em construções ecológicas

Novo vinho do porto feito para complementar com chocolate amargo é lançado na Europa

Da redação

Publicado em 29 de Junho de 2011 às 08:42


Notícias