Estates and Wines produz vinho no Himalaia

Depois de muitas pesquisas, a divisão vinícola da Moët Hennessy deve lançar ainda em 2015 seu primeiro tinto cultivado na China


A Estates and Wines, divisão de vinhos da Moët Hennessy, com vinícolas em regiões como Cloudy Bay (Nova Zelândia) e Cheval des Andes (Argentina), está produzindo um vinho tinto chinês. O nome do vinho será “Ao Yun”, que significa nuvem sagrada, referindo-se à montanha de Meili que fornece o pano de fundo para as vinhas.

O vinho será cultivado nas montanhas do Himalaia, no extremo norte da província chinesa de Yunnan, perto da fronteira com o Tibete, e usará uvas Cabernet Sauvignon cultivadas em altitudes entre 2.200 metros e 2.600 metros acima do nível do mar.

Com lançamento previsto para o outono de 2015, a data oficial permanece indefinida, mas provavelmente será em outubro de 2015 na Europa e nos Estados Unidos, e em janeiro de 2016 na China. O presidente da Estates and Wines, Jean-Guillaume Prats, disse que a empresa passou quatro anos pesquisando pela localização ideal para produzir um vinho de qualidade na China.

 

Montanha de Meili, China

Da redação

Publicado em 4 de Maio de 2015 às 15:57


Notícias