Vinho - 22.Jul - Hábitos de consumo

Estudo traça perfil do consumidor de vinhos argentino


A empresa Cave à Vin publicou um estudo recente sobre os hábitos de consumo de vinho na Argentina. Essa companhia de vendas de vinhos online nasceu no final de 2009 e é composta por 28 bodegas de Paris na Argentina.

Divulgação
A maioria dos argentinos compra vinhos nos supermercados
Os estudo foi realizado com base em 600 questionários respondidos por consumidores de diferentes sexos e idade que residem no país.

Com os dados obtidos, a Cave à Vin pôde segmentar os consumidores de vinho, segundo o seu perfil de consumo.

Entre os dados mais relevantes, destacam-se os relacionados com o momento em que o consumidor compra o vinho, as compras online e o interesse das pessoas pelo assunto.

No grupo um encontram-se os que não consomem e não tem interesse em vinho. Compram-no apenas ocasionalmente para dar ou celebrar um evento especial, já que preferem outras bebidas.

No segundo grupo há aqueles que compram vinho para festejar. São jovens que não têm muito conhecimento sobre vinho e bebem ocasionalmente, em festas. Buscam vinhos baratos e de marcas conhecidas.

O terceiro é relativo aos que consomem quantidades significativas e procuram a praticidade. Preferem preços em conta, e a maioria são mulheres sem muitos conhecimentos em vinho, mas que o tomam várias vezes por semanas e compram-nos em supermercados.

Os consumidores tradicionais fazem parte do quarto grupo. São adultos acima de 45 anos, que tomam uma taça de vinho no jantar todos os dias, buscam descontos e compram quase sempre em supermercados em quantidades significativas (12 garrafas ou mais), com um gasto médio de 20 a 40 pesos por garrafa.

O grupo cinco inclui os entendidos, que têm mais interesse em vinho, gostam de passar um tempo comprando, sobretudo em lojas de vinho, por conta dos conselhos dos vendedores e a atenção personalizada. Compram frequentemente pela internet e gastam em média entre 40 e 60 pesos por garrafa.

Finalmente, o último grupo inclui os especialistas. Sabem muito mais de vinho e buscam exemplares raros, inovações e alta qualidade. Consomem para descobrir novos vinhos, e compram em lojas de vinho, bodegas ou online, gastando mais de 60 pesos por garrafa.

Mais notícias sobre vinhos...

+ Premiação no Texas encoraja vinicultura sustentável

+ Evento homenageia personalidades que colaboraram com a divulgação dos vinhos de Rioja

+ Incêndio em vinícola francesa prejudica produção de vinho da safra 2010

+ Filme francês se passa em vinícola Premier Grand Cru de Saint Emilion

+ Rótulo de vinho de premiada vinícola é simples, elegante e garantiu um sucesso de vendas

Da redação

Publicado em 22 de Julho de 2011 às 08:53


Notícias