Vinho - 24.Jul

EUA investe em inovação para atrair novos consumidores de vinhos


A indústria norte-americana de vinhos está tentando inovar para aumentar o número de consumidores e o lucro das vendas. Desde iPads nos vinhedos a degustações virtuais no Twitter, eles buscam, através da internet e tecnologia.

divulgação

A ideia é levar o vinho para a era digital e conseguir que conhecedores e especialistas compartilhem informações, fotos e vídeos sobre os vinhedos e adegas com os consumidores. Porém o processo continua lento.

"Há mais potencial nas redes sociais com a indústria do vinho simplesmente porque o vinho é social", disse Andrew Healy, diretor de mídias sociais da 3 Rock Marketing, em Napa. "A indústria do vinho deveria estar na vanguarda das redes sociais. Infelizmente, isto não acontece. Estamos ancorados na tradição e a mudança é muito lenta", lamentou ele.

As adegas procuram usar a internet para trabalhar com vendas diretas ao consumidor e obter benefícios maiores do que através dos distribuidores, que ainda dominam o mercado. Porém, os fabricantes de vinho nos EUA enfrentam uma grande quantidade de leis estatais e federais no que se refere ao envio de álcool diretamente ao comprador.

A busca pela tecnologia em Napa poderia ser beneficiada pela proximidade do Vale do Silício, pólo tecnológico que proporciona acesso não apenas a novas ideias, mas também às pessoas por trás delas, afirma Healy.

"A era de pagar por uma lista de vinhos impressa está chegando ao fim", afirmou Josh Hermsmeyer, CEO da Alpha Lab, que participou de um painel dedicado à popularidade crescente do iPad nos negócios ligados ao vinho.

Mais notícias sobre vinhos...

Consumo de vinho na Espanha cai pela metade nos últimos 25 anos
Produtores de vinho se preocupam com aquecimento no Canadá
Empresa cria levedura para melhorar qualidade de vinhos riojanos
Espumantes ultrapassam champanhe em vendas no Reino Unido
Marcas globais investem no mercado de vinhos indiano

Da redação

Publicado em 24 de Julho de 2012 às 08:14


Notícias