Fóssil de 470 milhões de anos homenageia Vinho do Porto


O vinho do Porto vai dar nome a um fóssil com 470 milhões de anos, de acordo com o Instituo dos Vinhos do Douro e do Porto. O fóssil passa a ter o nome cientifico Delgadocrinus oporto vinum e pertence a um grupo de equinodermes primitivos que tem como representantes atuais os denominados "lírios do mar", considerados por muitos zoólogos como fósseis vivos.

A primeira parte do nome, Degladocrinus, homenageia o geólogo português Joaquim Nery Delgado (1835-1908), que há cerca de um século recolheu numa pedreira de Valongo os exemplares estudados. A segunda parte - oporto vinum - homenageia o vinho do Porto se e deve à semelhança morfológica entre o invertebrado marinho e um cálice de Porto.
Fernando Roveri

Publicado em 11 de Setembro de 2006 às 12:25


Notícias