Vinho - 18.Jun - A volta do

França, Itália e Espanha se unem para divulgar o vinho europeu no Vietnã


Com a ascensão do "Novo Mundo" do vinho, países europeus tradicionais no setor têm perdido parte do prestígio e do mercado.

Desde o ano passado, a França, o país considerado mais bem posicionado na indústria, perdeu 10% de suas vendas. Ao mesmo tempo, os vinhos italianos e espanhóis ainda são vistos como "exóticos" pelos compradores e detém ações de apenas 4 e 6%, respectivamente, enquanto o Chile atinge os 18% e a Austrália 14%.

Para tentar reverter essa situação, os três países vizinhos se aliaram para realizar ações conjuntas, utilizando a bandeira de "Inventores do Vinho". O objetivo da campanha será enfatizar a qualidade e variedade dos vinhos europeus, explicando os diferentes tipos de classificação da bebida.

Com o mercado asiático em ascensão, os países resolveram recorrer, primeiramente, ao Vietnã. Com um crescimento médio de 40% ao ano, o mercado vitivinícola vietnamita têm se destacado cada vez mais. Por isso, o primeiro evento em conjunto dos três países será realizado em de Ho Chi Minh (conhecida no Brasil como Saigon), maior cidade do Vietnã. Vinícolas italianas, francesas e espanholas irão participar de uma degustação no país, ao lado de 100 distribuidores vietnamitas.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Vinicultores franceses querem mudar o rótulo de seus vinhos

+ "Balde de champanhe" do século XVIII será leiloado por 2,8 milhões de dólares

+ Lenda do golfe feminino, Annika Sorestam, lança vinho branco

+ Campanha mostra benefícios no uso do azeite espanhol

+ Vinho servido na posse de Obama será degustado em evento

Da redação

Publicado em 18 de Junho de 2010 às 09:23


Notícias