Frisantes são os preferidos entre os jovens


Segundo o Instituto Nacional de Vitivinicultura da Argentina (INV), o consumo de vinhos frisantes tiveram um crescimento anual de 21%. Desse volume, mais de 80% correspondem a vinhos brancos. Em termos de volume, em 2005 foram vendidos 2,4 milhões de litros na Argentina; em 2006 o número cresceu para 2,9 milhões, representando um aumento de 19%. Ainda segundo o INV, houve um notável crescimento de consumo entre o público jovem. Os produtores de vinhos frisantes pretendem investir neste nicho e vender o produto em locais como pubs, boliches e bares.

Fernando C Roveri

Publicado em 5 de Julho de 2007 às 14:45


Notícias