Revista ADEGA
Busca

Fumaça tóxica prejudica colheita de Château bordalês

Château Léoville Las Cases precisou descartar uma parte da colheita de 2013


Château Léoville Las Cases

Seis hectares dos 100 do Château Léoville Las Cases ficaram prejudicados

O prestigiado Château Léoville Las Cases teve uma perda em sua colheita neste ano e não somente por causa das intempéries climáticas que assolaram a França. Em meados de setembro, uma fumaça tóxica de uma propriedade vizinha atingiu parte de seus vinhedos e, com isso, o Château precisou descartar parte da colheita que ficou prejudicada.

A fumaça contaminou cerca de 6 hectares dos 100 de Léoville Las Cases, em Saint-Julien, segundo informou o proprietário Jean Hubert Delon. A fonte da fumaça foi uma área normalmente usada para queimar plantas mortas no Château Léoville Poyferré, vizinho. Acredita-se que alguém escondeu latas contendo poliuretano e painéis de gesso na pilha de resíduos vegetais. Quando o fogo foi ateado, a fumaça tóxica se dirigiu à vinhas de Léoville Las Cases, escurecendo as folhas e bloqueando a maturação. Delon não quis informar o prejuízo.

Didier Cuvelier, proprietário do Léoville Poyferré afirmou: “É nossa responsabilidade, mas as pessoas que atearam fogo não viram o lixo escondido”. E criticou o gerenciamento de resíduos da região que proporciona às pessoas jogarem qualquer coisa fora. Ele contou ainda que as companhias segurados de ambos os Châteaux estão se comunicando para ver o danos.

Redação
Publicado em 07/11/2013, às 12h12 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias