Revista ADEGA
Busca

Vinho - 18.Jun

Golpista terá de pagar 30 mil euros depois de golpe com vinhos


O coreano de naturalizado belgo Denis Lefrancq foi condenado a pagar 30 mil euros dos 380 mil que ele conseguiu após fraudar vinhos em 2010. Ele ficou preso por dois anos e quatro meses.

divulgação
Denis Lefrancq

Lefrancq, 36 anos, anunciava a venda de vinhos finos por preços menores do que os de mercado, e em cinco dias conseguiu 380 mil euros. No entanto, os vinhos nunca foram entregues.

Agora, dois anos depois, Lefrancq foi condenado a devolver menos de 10% do valor total. "Isso é tudo? É ridículo", disse Paul Brooke, que uma das vítimas do golpe.

"Se houvesse um jeito de rastrear todas as pessoas e devolver para elas o dinheiro que perderam, isso seria o justo, não ir para o estado", disse Roger Burgess, outra vítima.

Lefrancq foi preso em dezembro de 2010 e admitiu a fraude depois de ser enviado ao Reino Unido.

Mais notícias sobre vinhos...

Vinícola lança plataforma online para vender vinhos customizados
Instituto cria sistema de visão artificial para analisar uvas viníferas
Miguel Torres Jr. assume cargo do pai na vinícola da família
Investir em vinho pode ser vantajoso na crise da zona do euro
Diretores da Maison Labouré-Roi são acusados de fraude de vinho

Redação
Publicado em 18/06/2012, às 10h21 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias