Governo francês coloca adega presidencial a leilão


Mais de mil garrafas de vinho da adega do governo francês serão leiloadas em Paris no final do mês de maio, com rótulos de Bordeaux e Borgonha sendo a atração principal. Estima-se que as vendas consigam arrecadar cerca de 250 mil euros, que serão usados para ajudar a pagar as dívidas do país.

"Esses vinhos figuraram na mesa presidencial em jantares e recepções", afirmou o porta-voz da leiloeira Drouot. "Alguns deles estiveram em eventos ligados à história da Quinta República Francesa (é a quinta e atual constituição republicana francesa, em vigor desde 1958)".

As vendas incluem um Petrus de 1990, vinhos da Krug de 1985, alsacianos da Hugel e outros tantos da Borgonha, Loire e Rhône.  Apesar de alguns rótulos chegarem a dois mil euros a garrafa, outros vinhos entrarão pelo preço de 100 euros.

Oficialmente, o governo Frances está leiloando os vinhos para a aquisição de outros rótulos mais modestos e também para ajudar a sanar a dívida francesa, que está na casa dos bilhões. A adega presidencial foi criada em 1947.

Mais notícias sobre vinhos...

+ Mais da metade dos consumidores não entende as notas de degustação, afirma pesquisa

+ Consumo de vinho cai no Velho Mundo, mas sobe no Novo

Vinho tinto combate as células de gordura, diz estudo

Garrafa de vinho mais cara do mundo está à venda na Flórida

Equipe da Wine Advocate ganha três novos críticos de vinhos

Da redação

Publicado em 3 de Maio de 2013 às 08:29


Notícias