Vinícolas do mundo

Ícone!

Sem mais, conheça o Petrus.


 

Diferentemente de outros vinhos ícones de Bordeaux, Petrus não costuma levar o “Château” antes do nome. Uma das razões é porque não há um Château, ou seja, um “castelo”, na propriedade.

LEIA MAIS

» Os segredos de Petrus

» Entenda a divisão de Bordeaux entre as margens direita e esquerda

Essas terras no Pomerol pertenciam à família Arnaud e não chegaram a ser classificadas em 1855 pois não estavam no Médoc, tampouco tinham grande reputação.

A grande virada na história de Petrus ocorreu quando Madame Edmond Loubat, dona de um hotel em Libourne, assumiu a propriedade, que, com ajuda do negociante Jean-Pierre Moueix, promoveu seu vinho pelo mundo todo, especialmente nos Estados Unidos. Logo, Petrus se tornou o vinho preferido da família Kennedy e foi servido no casamento da rainha Elizabeth.

Muito da fama do terroir de Petrus deve-se à argila azul, com grande quantidade de ferro e que, acredita-se, só se encontra lá. O vinho e o vinhedo são 100% Merlot e o símbolo usado no rótulo (São Pedro – Petrus) foi solicitado pela Madame Loubat nos anos 1940. 

Confira aqui as safras que a ADEGA já degustou desse ícone.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 8 de Outubro de 2020 às 07:00


Notícias Petrus vinho Bordeaux Pomerol