Revista ADEGA
Busca

Jantar de Gala sem vinhos italianos

Indignação Italiana


Desde a semana passada, quando se encerrou o último encontro do G8 (Grupo dos países mais ricos do mundo), na ilha de Hokkaido no Japão, os blogs italianos que falam de vinhos estão fervilhando com comentários exacerbados, bem ao estilo da Enotria. A fonte de tanta indignação é o fato de que o jantar de gala que encerrou o encontro do G8 ter sido servido acompanhado de Champanhe, um branco da Borgonha e um tinto de Bordeaux, um vinho californiano de corte bordalês e um Tokaji Essenzia para a sobremesa. Os italianos conclamam seu presidente Berlusconi a utilizar dos meios diplomáticos para que o trabalho dos vinicultores italianos seja visto nessas mesas formais com o respeito que merece. A grande piada que corre, bem ao estilo italiano, é que até mesmo o presidente da França, Nicolas Sarkozy, sabe apreciar o que a Itália tem de bom - pois se casou recentemente com a italianíssima Carla Bruni. A refeição do G8 poderia, ao menos, ter sido finalizada com uma Grappa ou com um Amaro, reclamam os italianos.

Redação
Publicado em 17/07/2008, às 06h06 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h45


Mais Notícias