Vinho - 19.Mar

Iniciativa para impulsionar economia cria vinho com nome de ditador em Portugal


O município de Santa Comba Dao, em Portugal, apresentou uma proposta para criação de uma marca de vinhos com o nome do ditador português Salazar, para preservar a história e impulsionar o turismo da região.

A marca, que será chamada de ' Memórias de Salazar', pretende juntar a história do ditador com a do município, que foi aonde ele nasceu, em abril de 1889.

A proposta foi criticada pela União de Resistentes Antifascistas Portugueses, que disseram lamentar que a iniciativa use "a realidade trágica do regime de Salazar, que resultou na morte de milhões de portugueses" para se promover.

O prefeito da cidade se defendeu dizendo que a marca tem apenas uma "perspectiva objetiva e histórica", e que não pretende ferir valores sociais ao utilizar o nome de Salazar. "O objetivo é apenas permitir que os historiadores estudem do Estado Novo (como era conhecido o regime do ditador português) e oferecer aos visitantes a possibilidade de conhecer mais sobre a vida de Salazar e sua terra natal"

Junto com a criação do vinho a Associação de Desenvolvimento Local, criada para potencializar a economia da região, solicitou a reabertura do espaço relacionado ao ditador,  que pode demorar de cinco a seis anos para ser reaberto se aprovado.

Mais notícias sobre vinhos..

Brad Pitt e Angelina Jolie começam a produzir seu próprio vinho
As exportações de vinhos portugueses para China dobraram em 2011
Casa de leilões pretende processar homem por vender vinhos falsos
Château cultiva uvas Carménère pela primeira vez graças às mudanças climáticas
Cidade mexicana cria projeto para evitar a falsificação de vinhos

Da redação

Publicado em 19 de Março de 2012 às 08:03


Notícias