Revista ADEGA
Busca

Vinho - 23.Dez - Produção

Italianos são os primeiros a investir em vinhos na Índia


Dois vinicultores italianos se tornaram os primeiros estrangeiros a investir diretamente na Índia, buscando no crescente gosto do indiano pela bebida uma chance de fazer o mercado emergente aparecer.

A expectativa é de que o mercado de vinhos cresça 30% em 2010
As vinícolas de Moncaro e Enzo Mecella pretendem fazer um investimento total de 42,5 milhões de dólares até o final de 2010, e em troca terão 17% das ações da "Riona Winery", maior produtora de vinhos na Índia.

"Esta é a primeira vez que uma companhia estrangeira está se tornando nossa parceira, ajudando na produção e venda dos vinhos", afirmou o diretor da Riona, Hansraj Ahuja. A partir dessa sociedade, as estimativas de produção são de seis variedades de vinho tinto e branco até outubro de 2010.

"Nós vendemos uma parte significante da nossa empresa a fim de produzir vinhos da melhor qualidade na Índia", completou Ahuja. Um dos mais expressivos do país é produzido a partir de variedades de uvas importadas da ilha de Sicília, no sul da Itália.

Em 2008/2009, as vendas de vinho na Índia chegaram a 1,4 milhões de garrafas. Para o próximo ano é esperado que o número cresça cerca de 30%, já que atualmente os jovens indianos estão optando pelo vinho ao invés de cerveja e outras bebidas.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...
+ Escola britânica promove degustações educacionais

+ O Melhor Vinho do dia: O novo mínimo

+ Espumante alemão supera crise e cresce 5% em 2009

+ O Melhor Vinho do dia: Ao talento nacional

+ Vale do São Francisco estuda adaptar novas variedades ao solo

Redação
Publicado em 23/12/2009, às 14h32 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias