Revista ADEGA
Busca

Vinho - 08.Set - Polêmica

Lei de rotulagem de ingredientes alérgenos do vinho pode ser adiada


A Federação Européia de Vinhos com Denominação de Origem (EFOW, em inglês) pediu à Comissão Européia (CE) que adiasse o prazo para implantação da lei que obriga aos produtores de vinho informarem no rótulo de suas garrafas se a bebida contém substâncias que possam provocar alergias.

Uma carta foi enviada ao Comissário Europeu da Saúde, John Dalli, solicitando para que o prazo, que terminaria no início do próximo ano, seja estendido até 2012.

Segundo a lei da CE, entre os ingredientes que devem ser citados nos rótulos da garrafa estão a caseína e a albumina, normalmente utilizados para purificar o vinho.

Os produtores, no entanto, afirmam que estudos recentes da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) mostraram que as "boas práticas" enológicas permitem que qualquer resíduo dessas substâncias seja eliminado da bebida. As pesquisas da OIV estão sendo agora analisadas pela Autoridade Européia para a Segurança Alimentar.

De acordo com o presidente da EFOW, Ricardo Ricci, a filtração de vinhos a partir da caseína e da albumina é um método "extremamente antigo, que nunca causou problemas". Ricci afirmou ainda que, apesar de compreender a precaução da União Européia, ele conta com a sensatez da CE e dos países membros para que atrasem a aplicação dessa lei até que os estudos sejam finalizados.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Casa de champanhe trocará rolha de cortiça por tampa de alumínio

+ Marca francesa é resgatada por ex-presidente da Cartier

+ Produtores devem criar mais razões para se comprar champanhe, diz estudo

+ Nove novos Mestres do Vinho são anunciados

+ Fora do esperado, colheita começa em Bordeaux com Château Haut-Brion

Redação
Publicado em 08/09/2010, às 07h08 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias