Revista ADEGA
Busca

Vinho - 17.Set.

M. Chapoutier processa marca de roupas chinesa com mesmo nome


Depois de tomar conhecimento de uma marca de roupas com o mesmo nome de sua linha de vinhos "M. Chapoutier" - um dos mais vendidos da China -, o proprietário da Maison Chapoutier afirmou que irá processar a empresa. As roupas, vendidas sob o nome de 'M Chapoutier', foram vistas por Mathilde Chapoutier, filha de Michel, que está há três anos estudando mandarim na Universidade de Pequim.

divulgação
Michel Chapoutier, proprietário da Maison Chapoutier

Chapoutier contratou advogados para descobrir quem é o responsável e quais as medidas para impedir que isso continue. A Maison Chapoutier foi registrada como marca na China há 10 anos, mas a situação é complicada, por essa falsificação estar em um setor de mercado diferente. "O jeito que eles escreveram M. Chapoutier nas roupas é bastante parecido com o jeito que aparece em nossos rótulos", conta Chapoutier. "Sem sombra de duvidas estão tentando usar nosso renome internacional. Ter o pensamento das roupas de má qualidade 'Made in China' ligado ao meu nome é uma catástrofe".

Atualmente, a China corresponde a 30% das vendas da Maison Chapoutier, porém Chapoutier disse que pretende limitar as vendas para não mais que 35% para garantir que seus mercados tradicionais não sofram.

Mais notícias sobre vinhos...

Dois jogadores sul-africanos de críquete lançam seus vinhos
Angelo Gaja fala sobre a safra 2012 e as mudanças climáticas na Itália
McGuigan lança linha de vinhos com baixo teor alcoólico
Bordeaux espera safra melhor do que a 2011
Venda de vinho de Rioja irá financiar pesquisas contra câncer de pele

Redação
Publicado em 17/09/2012, às 07h53 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias