Revista ADEGA
Busca

3.dez - Margareth Henríquez deixa Chandon

Margareth Henríquez deixa Chandon

A CEO da Chandon Argentina deixa o cargo que ocupa há 6 anos para se tornar presidente da francesa Maison Krug


Margareth Henríquez, CEO da Chandon Argentina.

         Em janeiro, a atual CEO da Chandon Argentina, a venezuelana Margareth Henríquez, deixará o cargo que ocupa desde 2002 para se tornar presidente da Maison Krug, marca de champanhe que faz parte do grupo LVMH - Louis Vuitton Moët Hennesy -, que controla também a Chandon.

         No lugar de Margareth, quem ocupará o mais alto cargo da Chandon será Ramiro Otaño, atual presidente da Moët Hennesy Espanha, que já havia atuado como gerente sênior da empresa.

         Como é sabido, a rotatividade de CEOs na Chandon é considerada uma prática habitual no grupo LVMH. Entretanto, a Krug é uma empresa muito diferente da Chandon Argentina. Sua marca existe desde 1843 e foi fundada pelos Krug, uma família de produtores de vinho liderada por Joseph Krug.

Leia mais notícias sobre a Chandon:

Chandon lança garrafa de 3 litros

+ Möet & Chandon planeja produzir vinhos na Inglaterra
+ Möet & Chandon lança garrafa de ouro que também é pulseira

+ Sushi Set da Chandon junta espumante e comida oriental

Redação
Publicado em 03/12/2008, às 11h45 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h45


Mais Notícias