Vinho - 12.Set - Mercado

Mercados emergentes preferem vinho branco envelhecido, diz estudo


Segundo um estudo realizado pelo grupo Unione Italiana Vini, organização que representa 500 produtores de vinho da Itália, os consumidores dos países sem uma longa tradição vinícola preferem os vinhos envelhecidos em barril, já que os consideram produtos de maior qualidade e complexidade.

Divulgação
Países sem tradição vinícola preferem brancos envelhecidos
Essa organização, por meio da publicação Il Corriere Vinicolo, dá por superado o "fenômeno Parker" nos países tradicionais, como os Estados Unidos ou Reino Unido, onde as preferências por vinhos aromatizados evoluiram para um gosto por vinhos mais frescos, capazes de expressar as características da uva e do vinhedo.

Durante cinco anos a Unione Italiana de Vini realizou diferentes degustações nos mercados emergentes para estudar a valorização do consumidor de seus vinhos com DOP ou IGP. Nessas degustações, realizadas na China, Índia, Rússia e nos países escandinavos, ficou claro que os consumidores desses mercados emergentes identificam um vinho envelhecido como um produto de melhor qualidade, elaborado e complexo.

A degustação realizada na China com vinho branco jovem e outro envelhecido em barril revelou que, enquanto apenas 10% dos consumidores eram capazes de reconhecer sabores amadeirados e de baunilha, típicos do vinho branco envelhecido. Ao final da degustação, a grande maioria optou pelo envelhecido, o qual foi descrito como complexo e adstringente.

Os resultados na Rússia foram parecidos com os da China. 73% dos entrevistados mostraram preferência pelos vinhos envelhecidos, descritos como mais intensos. Essas conclusões também foram obtidas no mercado indiano, onde, ainda que a cultura de vinho seja muito reduzida, os consumidores valorizaram mais os vinhos envelhecidos, destacando sua complexidade e seu sabor especial.

No caso dos países escandinavos, onde o consumo de vinho europeu está mais estendido, as preferências se mostraram com opiniões divididas: apenas 53% dos consumidores elogiaram os envelhecidos.

Nesses países se notou também um interesse no conceito de terroir nos vinhos, com a maioria dos consumidores tendendo ao uso de madeira que respeite as propriedades iniciais do vinho.

OMelhorVinho.com.br - Aproveite e deguste um ótimo vinho branco italiano!

Mais notícias sobre vinhos...

+ No Alentejo, produção de vinho terá baixo volume, mas ótima qualidade

+ Garrafa de vinho de restaurante destruído no atentado de 11/09 sobreviveu

+ Vendas de mosto e vinho a granel crescem na Argentina

+ Seguindo tradição de cervejaria, vinicultores dos EUA produzem cerveja especial

+ Rótulos de vinho se inspiram em imagens contemporâneas ao Império Romano

Da redação

Publicado em 12 de Setembro de 2011 às 07:32


Notícias